Nossa Bandeira é o Marajó!!! Junte-se a nós!!!

Notícias

UFC SÃO PAULO | Nas lutas dos Irmãos Marajó teve vitória por finalização e luta sem resultado (no contest)

By Movimento Marajó Forte - sábado, 19 de janeiro de 2013 No Comments

ILDEMAR MARAJÓ x WAGNER CALDEIRÃO

No duelo entre Pará e São Paulo, Ildemar Marajó levou a melhor sobre Wagner Caldeirão no card preliminar do UFC São Paulo. O estreante no Ultimate venceu o adversário por finalização, via chave de joelho reta aos 2m39s do segundo round e chegou a uma sequência de 12 vitórias consecutivas.

Em um confronto de canhotos, Caldeirão começou a luta comandando as ações e encaixando bons golpes de boxe no rosto do oponente, até ser levado para a grade pelo paraense. Após breve momento de estudo, o paulista acertou novamente um soco e foi respondido com uma joelhada e um chute alto. A menos de um minuto do fim do round, Marajó cinturou e levou Caldeirão para baixo. Sem muita ação, Mário Yamasaki interrompeu a luta e os dois voltaram em pé.

No segundo round, a trocação continuou. Ildemar Marajó derrubou Caldeirão, mas entrou direto em uma guilhotina, sem muito efeito. O paraense tentou arranjar uma brecha para um triângulo, mas demorou muito e recebeu a raspagem. Mesmo por baixo, Ildemar teve mobilidade suficiente para pegar a perna do rival. Após resistência de Caldeirão, Marajó encaixou uma chave de joelho reta e fez o adversário bater.

 - Quero agradecer ao UFC. É um sonho que se tornou realidade - disse.

Esta é a décima oitava vitória de Ildemar Marajó na carreira e a primeira no UFC. As duas únicas derrotas da carreira de Caldeirão foram no Ultimate, a úlitma para Phil Davis na terceira edição do UFC Rio.

IURI MARAJÓ x PEDRO NOBRE

A terceira luta do card preliminar do UFC São Paulo foi marcada por polêmica. O embate entre Iuri Marajó e o estreante Pedro Nobre terminou sem resultado (no contest). Aos 2m11s do primeiro round, o árbitro Dan Miragliotta optou por encerrar o duelo por conta de golpes acidentais desferidos pelo paraense na nuca de Nobre, o que não é permitido. Com dores, o atleta da Brazilian Top Team deixou o octógono amparado e saiu do ginásio em direção ao hospital. A torcida do Ibirapuera não perdoou e soltou os gritos de ''arregão''.

Além dos torcedores, quem não gostou nada do fim da luta foi o presidente do UFC, Dana White. Através de seu Twitter pessoal, o chefão da organização chamou Pedro Nobre de ''ator''.

- Isso foi mentira. Pedro deveria concorrer ao prêmio de melhor ator. Péssima decisão do Dan Miragliotta - postou Dana.

O combate começou movimentado, com Marajó pressionando mais e tentando, inclusive, uma joelhada voadora logo de cara. Após uma boa trocação e uma breve interrupção por conta de um chute na área genital do paraense, a luta foi para uma trocação franca, levando o ginásio ao delírio. Pedro Nobre conectou um forte gancho, Iuri sentiu, mas se manteve de pé. Após o carioca levar a luta no chão, Marajó encaixou uma kimura, mas Nobre mostrou ser aguerrido não bateu.

O lutador do Rio de Janeiro então optou por se defender, dando as costas para o rival. De forma inteligente, Iuri Marajó então montou nas costas e continuou a golpear.

O árbitro voltou a interromper o duelo por conta de golpes desferidos por Marajó na região da nuca do rival, o que não é permitido pelo regulamento. Pedro Nobre permaneceu deitado, com dores, no octógono, o que levou ao fim do combate.

Ao final da luta, Iuri opinou sobre o fato de ter conquistado uma "vitória moral" sobre o oponente, já que se encontrava em posição dominante.

- Com certeza. Todo mundo vibrando, gritando pelo meu nome. As pessoas têm as opiniões delas e vão me falar o que acharam. Se foi legal ou não foi legal, depois eu vou ver também - disse.

Fonte: SporTV 

No Comment to " UFC SÃO PAULO | Nas lutas dos Irmãos Marajó teve vitória por finalização e luta sem resultado (no contest) "