Nossa Bandeira é o Marajó!!! Junte-se a nós!!!

Notícias

SALVATERRA | Indução floral aumenta a produção de abacaxi

By Movimento Marajó Forte - quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013 No Comments

Agricultores familiares de Salvaterra, município do Arquipélago do Marajó, estão se preparando para colher a primeira safra do ano de abacaxi. Essa colheita do fruto, que ocorrerá no período de entressafra, foi viabilizada pela indução floral da planta - processo denominado carburetagem, que consiste na aplicação de carbureto para acelerar o desenvolvimento do abacaxi. A técnica permite a chamada "safra programada", quando o agricultor pode fazer até três colheitas na mesma área. O cultivo natural proporciona apenas uma safra anual de abacaxi.

Orientados pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará (Emater), os agricultores realizam a indução floral a partir do 12º mês do plantio, com colheita programada para dentro de cinco meses.

Salvaterra tem a segunda maior produção de abacaxi do Pará. Neste ano, o município deve produzir, em 400 hectares de área plantada, 1,2 milhão de frutos, da variedade pérola, própria para o consumo in natura. No município, onde trabalham cerca de 800 agricultores familiares, 90% das famílias se dedicam ao cultivo do abacaxi. A atividade é responsável pela maior fonte de renda em Salvaterra. No pico da safra são gerados cerca de 2 mil empregos diretos e indiretos, beneficiando 10% da população local.

Segundo a Emater, a cultura do abacaxi é rentável, apesar das dificuldades em controlar pragas e doenças como a cochonilha e a fusariose, que atacam diretamente o fruto e inviabilizam a produção. Para enfrentar esses problemas, a orientação técnica da Emater é selecionar mudas e aplicar corretamente os defensivos em períodos ideiais - entre cinco e seis meses após o plantio.

Ari Djalma Caldas, engenheiro florestal da Emater, disse que a expectativa é que para este ano a área plantada de abacaxi aumente em até 30%. “Dependemos apenas da aprovação de novos projetos, por meio do Programa Nacional de Agricultura Familiar (Pronaf), que oferece até R$ 10 mil para custeio por hectare plantado”, informou.

O abacaxi produzido em Salvaterra abastece os mercados da Região Metropolitana de Belém, mas a qualidade do produto já atrai compradores de Goiás, Minas Gerais e São Paulo. Hoje, o abacaxi in natura está sendo comercializado entre R$ 0,80 e R$ 1,00 a unidade.

(Agência Pará)


No Comment to " SALVATERRA | Indução floral aumenta a produção de abacaxi "